Os perigos da nova panacéia universal – O uso abusivo dos corticóides.

Diariamente vejo no consultório pacientes fazendo uso crônico ou agudo de corticóides, que são substâncias com ação semelhante ao hormônio cortisol, produzido pela glândula supra-renal. Atualmente vejo o uso abusivo até em pediatria, onde até problemas banais de saúde são tratados com essa classe de medicamento.

O hormônio cortisol, produzido principalmente durante o estresse, tem uma ação antiinflamatória. Os corticóides sintéticos, ministrados na forma de medicamentos, tem uma ação bem mais potente e bem mais duradoura. Em algumas situações de emergência, os corticóides sintéticos têm uma ação muito boa, salvando vidas. Alguns exemplos são o traumatismo craniano, as crises asmáticas e as crises alérgicas graves. Portanto não critico o uso do corticóide nessas situações, mas sim do uso abusivo dessas drogas.

O corticóide químico tem como ação principal inibir o sistema imunológico e suprimir a inflamação. Por que inflamamos? A inflamação é a nossa defesa natural. Quando somos agredidos, nós inflamamos. Antes de curar de uma gripe, por exemplo, pioramos bastante, temos febre, mal estar, dores no corpo. Após essa fase de piora, melhoramos e curamos a gripe. Assim é com toda a agressão, seja por micróbios ou por lesões químicas ou físicas (queimaduras, traumas, ácidos, venenos). Ou seja, a inflamação faz parte do processo natural de cura. É a nossa defesa.

Há inflamações exageradas, como em crises alérgicas, que necessitam intervenção, ou no caso descrito de trauma craniano. Mas como os corticóides suprimem toda a inflamação, eles acabam retirando rapidamente os sintomas.

Quando o médico recebe um paciente sofrendo de uma doença, o que normalmente o médico quer é que os sintomas desapareçam o quanto antes. E é aí que entram os corticóides. Esses medicamentos retiram toda a reação do organismo. Então “aparentemente” o paciente é curado. Mas o que pode acontecer, é que os fatores agressores continuam ali, o que foi retirado foi a reação do organismo. Mas o médico e o paciente ficam satisfeitos, pois os sintomas desapareceram. Esse raciocínio acaba levando o médico a prescrever cada vez mais corticóides, e não pode ser negligenciado o risco desta atitude gerar mais problemas do que a doença inicial.

O uso crônico de corticóides pode gerar vários problemas, como o diabetes, a osteoporose, o aumento de infecções e até problemas psiquiátricos, como mania e depressão, diminuição de memória, alterações de sono, alterações de apetite, além de relatos de suicídio. (Brown ES. Effects of glucocorticoids on mood, memory, and the hippocampus. Treatment and preventive therapy. Ann N Y Acad Sci. 2009 Oct;1179:41-55) (Fietta P, Fietta P, Delsante G. Central nervous system effects of natural and synthetic glucocorticoids. Psychiatry Clin Neurosci. 2009 Oct;63(5):613-22).

Portanto, corticóides estão longe de não terem efeitos colaterais. Utiliza-los para fazer desaparecer os sintomas, sendo que os fatores que causaram o problema continuam agindo, não me parece lógico. Além do mais, estamos suprimindo a reação natural do nosso organismo. Eu prefiro utilizar somente um antibiótico, por exemplo, do que utilizar qualquer corticóide em conjunto, mesmo que os sintomas demorem um pouco mais para desaparecer. Pelo menos sei que estou preservando a capacidade do organismo de reagir.

Alguns usos de corticóides são consagrados, como no caso das doenças autoimunes (lúpus, artrite reumatóide, entre outras) e na bronquite asmática. Mas mesmo nessas doenças, eu questiono a indicação, pois na minha opinião, o uso do corticóide é baseado no fato que essas doenças são “defeitos” dos pacientes. Há dois fatores importantes que contradizem essa idéia do “defeito”. Após mais de 20 anos de pesquisas do projeto genoma humano, ainda não foi identificado nenhum gene responsável por essas doenças. O segundo fator é a coexistência de micróbios em muitas doenças autoimunes, desencadeando essas doenças (Kivity S, Agmon-Levin N, Blank M, Shoenfeld Y. Infections and autoimmunity–friends or foes? Trends Immunol. 2009 Aug;30(8):409-14.). Se não há um gene que diga que quando você nasce você vai ter aquela doença, e ainda há fatores infecciosos que podem desencadear a doença, é possível que essas doenças sejam apenas sintomas do efeito da nossa defesa contra agentes agressores. Dentro deste raciocínio, não me parece certo frear a reação do corpo, e sim ajuda-lo a resolver a questão. Com a ressalva de que isso somente deve ser feito com a certeza de que nenhuma função vital do organismo estiver sendo atacada por anticorpos. Se por exemplo o cérebro e os rins estiverem em perigo em um paciente com lúpus eritrematoso, pode ser necessário o uso de agentes que diminuem a imunidade.

Portanto, ajudar o organismo a se defender, é o caminho mais lógico para a cura das doenças. A estratégia de atrapalhar nossas defesas para diminuir os sintomas deve ser pensada somente em último caso, quando não tiver alternativa.

115 pensamentos sobre “Os perigos da nova panacéia universal – O uso abusivo dos corticóides.

  1. Muito bem, estou de acordo com a sua postura apresentada. Gostaria de saber o que ou como posso fazer para nao depender do uso de parametasona, por exemplo, para controlar uma reacao asmática alergica.

    • Eri,
      A crise asmática grave é uma das indicações do uso de corticóides, mas também vale a pena investigar se há infecções que desencadeam a crise. Isso só pode ser detectado e tratado com seu médico.

    • Prezado Eri,
      Como já respondi, algumas pessoas durante a crise asmática necessitam do corticóide, pois ao contrário podem morrer devido a obstrução à passagem de ar. Mas fora da crise há várias alternativas de tratamento ao uso contínuo de corticóides.

      • Prezada Esteffany, qualquer tratamento ou interrupção de tratamento deve ser feito exclusivamente sob orientação médica.

  2. Por favor, Dr. eu tenho pneumonia por hipersensibilidade, está em fase aguda. Tomei corticóides por mais de quatro anos com pausas de meses. Mas estou sofrnd com os efeitos colaterais. E os médicos dizem que é a única solução. Gostaria muito de saber como ajudar meu corpo a combater essa alergia inflamatória sem a introdução de corticóides sintéticos. Por favor me ajude. Antes, muitíssimo obrigado. Amei ler esse artigo com essa importante inormação.

    • Aparecida, há várias alternativas para as reações alérgicas, o melhor é procurar um médico que possa oferecê-las. Na fase aguda, o corticóide pode ser necessário, mas somente um médico pode avaliar se é possível deixar de tomá-los. Muito importante: Nunca interrompa o medicamento bruscamente, pois poderá lever a um sofrimento da glândula adrenal.

  3. Dr.Paulo, meu bebê de 8 meses está muito resfriado e com chiadeira. Em 26/04/11 levei ao pneumologista tendo sido prescrito 3 dias de antibiótico por causa da coloração da secreção do nariz e e 9 dias de corticóides. Tão logo, meu filho pegou nova gripe e imediatamente liguei pro pneumologista e ele me recomendou continuar com outro corticóide que fez em 3 dias. No dia 09/05/2011, levei o bebê pra nova consulta e o pneumo passou mais 8 dias de corticóide. Ontem, levei o bebê pra consulta mensal ao pediatra e este falou que o uso de corticóide esta abusivo, pois as quantidades estão altas e de uso prolongado. E agora o que faço, pois o meu bebê teve melhora com o aumento da dose no dia 09/05/11. Estou num grande dilema, pois o bêbê desde o dia 26/04, parou apenas 1 dia de tomar corticóide!!!!! Me ajude!!!!!

    • Prezada Tatiana,

      Infelizmente a conduta do uso de corticóides é aceita como correta entre pediatras e pneumologistas. Eu particularmente não concordo com essa conduta na maioria dos casos, pois o corticóide não combate a causa do problema, melhorando os sintomas somente. Eu prefiro, se houver infecção por bactérias (talvez seja o caso), o uso exclusivo de antibióticos. Mas sem examinar o bebê é impossível dar qualquer opinião, pois dependendo de cada caso o corticóide pode ser necessário, como em crises agudas de asma.

  4. Dr. Paulo ,
    tenho 17 anos e desde os 6 meses tomo corticoides pois tenho asma . Ano passado descobri uma arritmia cardiaca , e entao a pnemologista que vivia falando que quando eu crescesse minha asma ia melhorar, aumentou a quantidade de remedios para controlar as crises e nao deixar que nada afete meu coracao. Vim passar as ferias nos EUA e fiquei muito ruim, nao me acostumei com o clima e peguei uma gripe forte ainda por cima, fui para o medico e ele aumentou muito as doses de corticoide, e disse para eu tomar durante um periodo de 2 meses ( ate que eu chegasse no Brasil e consultasse a minha medica) , mas andei pesquisando sobre os efeitos dos corticoides e nao gostei nada. O que eu posso fazer para pelo menos diminuir a quantidade de corticoides que eu tomo ?

  5. Dr Paulo,primeiro quero lhe agradecer pelo site e pelas belíssimas explicações sobre corticoide…Tenho um filho de 8 anos..como ele tem asmas= e cansa muito nas crises todos os pediatras ,durante toda a sua vida,passaram tratamento a base de corticoides.Só que meu filho toma isso desde 1 ano e meio, e hoje o peso dele está muito acima do normal para uma criança de 8 anos.Fizemos todos os exames de sangue e ,aparentemente,deu tudo normal.O último pediatra aconselhou-nos ir dimunuindo a dosagem do Predinosolona gradativamente.Só que quando se reduz a dosagem as crises já dão sinal que vão aparecer.Como é possível( ao grosso modo),tentar amenizar essas crises?Quando for retirada o corticoide ele pode emagrecer mesmo?(já que segundo os pediatras que ele teve disseram que o medicamento “incha” as crianças),minhas preocupaçoes são justamente o peso excessivo dele(mesmo todos os exames dando normais;sangue.acúcar,etc), as crises quando o corpo sente a diminuição do medicamento, e agora as pernas(coxas) estão feias de tantas estrias..isso em uma criança de 8 anos).É necessário então,sguindo as perguntas feitas,que tiremos mesmo o corticoide?

    • Prezado Marcelo, a principio converse com o seu médico para trocar o corticóide sistêmico (ingerido) por corticóides inalatórios. Uma opção muito interessantee são as imunoterapias conhecidas como “vacinas”. Eu particularmente gosto muita da imunoterapia ativada. Também o tratamento de possíveis infecções crônicas podem ajudar seu filho abandonar o uso dos corticóides. De qualquer maneira qualquer tratamento só pode ser feito com estrita supervisão médica. Atenciosamente, Dr. Paulo Farber

  6. Olá Dr. Agradeço pela sua resposta concedida a mim, porém me tira mais algumas dúvidas… o Pediatra do meu filho, de 8 anos, o qual relatei acima que toma corticoides desde os 1,5 anos, receitou agora um tratamento com um remédio chamdo Singulair de 10mg para tomar 1/dia durante 6 meses,porém ele pediu que fóssemos aos poucos diminuindo a dosagem de predsim e Banbair pois não se pode elimiar de vez o corticoide(em relação ao predsim), mas esse medicamento ,Singulair, não é corticoide, é? E ele pode ser administrado junto com o Predsim,mesmo por um período curto de tempo( que seria até eu diminur o predsim)?
    Eu relatei que meu filho , acredito eu que devido ao seu peso, está com muitas estrias (vermelhas) nas coxas, quando ele começar a emagrecer elas podem sumir?Pra ele que tem problemas respiratórios fazer natação( com piscina Ionizada e não de cloro) pode ajudar também nas crises?O senhor é favorável a Homeopatia?Desculpe-me as muitas perguntas, mas confio em sua experiência e sei de sua dedicação em ajudar pais, que como nós, muitas vezes ansiamos pelo bem de nossos filhos.
    Obrigado pela dica do tratamento da Imunoterapia, ja estou lendo sobre isso e vou conversar com o pediatra de meu filho.Grande abraço

    Marcelo

    • Dr. Paulo gostaria mais de saber sobre imunoterapia, minha filha tem rinite alérgica e dermatite atópica, faz uso de corticóide oral e tópico, isso me deixa muito aflita pois não sei o que acarretará futuramente na sua saúde. Tem alguma contraindicação ou efeitos colaterais? Há um médico especializado ou o alergista pode fazer? Desde já agradeço.

  7. Dr.Paulo bronquite cronica e alergia muito forte,e tomo corticoide,gostaria de saber se nao tem nenhum risco se eu querer engravidar,pois nao fico sem esse remdeio…

    • Olá Ester, o melhor é que seu ginecologista-obstetra acompanhe clinicamente desde antes da gravidez, já que o corticóide tem muitos efeitos indesejáveis.

  8. Dr. Paulo Farber. Tenho sinuzite e inite alérgica e minha otorrino, vez ou outra, me trata com corticóide. Porém, acho que ela age com bastante atenção ao uso moderado deles, pois ela sempre me passou corticóides com um intervalo bom de tempo(muitas vezes 3 meses, 6 meses), PORÉM, do começo do ano pra cá, tiver algumas crises e tomei duas vezes corticóide oral, por um período de 5 dias. E após uns 20 dias, tipo um problema inflamatório que precisei de uma injeção de corticóide, sendo que já vinha fazendo uso do medicamento Alecktos por uns 10 dias(tratamento de 30 dias). Quando eu parei de tomar o alecktos, logo, logo comecei a sentir mais secreção a minha garganta… Será que eu causei danos permanente a minha glândula supra-renal? Gostaria de saber se isso seria possível com essa série de fatos que ocorreram! Por favor! Aguardo ansiosamente!

    • Olá Pedro, o dano na Supra-renal ocorre com quem faz uso constante de corticóide e para de repente, aí a glândula não produz o cortisol necessário. Não parece ser seu caso, mas retorne ao seu médico para uma correta avaliação.

  9. Bom dia Dr Paulo, gostaria saber se os corticóides são indicados para inflamações na garganta. Eu sofro de gastrite pq tive a H. pylori, costumo ter refluxo, apesar de ser magro e ter apenas 20 anos, e uma simples chuva me deixa com a garganta irritada. Eu costumo usar cloridrato de benzidamina colutório quando por exemplo tomo banhos frios ou quando a temperatura ambiente diminui muito. Então gostaria de saber se há riscos no uso do desse colutório com frequência (por exemplo 5 dias na semana 3x ao dias).
    Grato, João Renato

    • Olá João Renato, o Cloridrato de Benzidamina não é corticóide, mas um antiinflamatóro. O melhor é tratar a causa do problema, e não ficar utilizando paliativos.

  10. Boa tarde Dr. Paulo,
    Estou em crise de neurite intercostal. Há 1 ano fui medicado c/ anti-inflamatório e corticóides c/ resultados muito bons. Agora retornou e os anti-inflamatórios não estão surtindo efeito, devo tomar injeções novamente?
    Obrigado,
    Paulo Gustavo

    • Prezado Paulo, não acredito que o tratamento com corticóides seja o melhor para seu problema. Experimente procurar um acupunturista, que pode ajudar bastante no seu problema.

      • Dr., obrigado pelo retorno. A questão do acupunturista seria p/ eliminar a causa ou apenas um tratamento contra a dor. Gostaria de eliminar por completo este problema. São dores 24h que estão esgotando tanto a mente como o físico, causando já depressão.

      • Prezado Paulo, é muito difícil dar qualquer opinião sem examinar o paciente, mas a acupuntura costuma resolver o problema, sim.

  11. Prezado Dr. Paulo Farber,
    Procurando artigo na internet sobre o perigo do uso prolongado de corticoides p/ pacientes diabéticos, me deparei com o seu artigo.
    Meu marido tem 53 anos e está desesperado porque ao ser hospitalizado com um quadro de infecção parecido com a dengue, (suas plaquetas chegaram a 33.000), em 27/06/2012, o médico receitou o Predisin 20mg (2 X ao dia). Ele vem tomando a medicação até a data atual.
    Ele está muito nervoso porque ele foi diagnosticado primeiramente, como portador de cirrose biliar primária, depois o médico descartou porque a pesqusa de autoanticorpos (FAN) deu negativo, sendo então diagnosticada a cirrose provocada por ingestão de alcool. Ele está diabético (tipo Mody), a sua taxa de glicose deu 78.0mh/dL e a glicose pós-brandial 276.0 mg/dL.
    sua glicose chega a níveis acima de 350mg, após a ingestão da medicação. Ele passou a tomar insulina. A dose diária varia conf. o teste de glicose (antes das refeições), chegando a aplicar até 3 vezes ao dia Humalog, conf. a escala glicêmica, além da Lanthus 18Unid. toda a noite.
    Ele leu os efeitos colaterais do medicamento e está com medo que a droga venha a piorar sua qualidade de vida mais ainda.
    Nos ajude.
    Atenciosamente,

    Zeneide Cysneiros/ Recife/PE

  12. Boa noite Dr. Paulo Farber, eu tomei durante 10 anos o uso de corticoides intalatorios devido à asma, depois não precisei mais de tomar. Mas esta semana voltei a ter uma reacção alergica e passaram-me comprimidos deflazacort, tomei durante uma semana. Após a suspensão o organismo volta a normalidade ou mantém sempre os efeitos dos corticoides ? Corro sempre o risco dos efeitos colaterais dos corticoides ou após a sua suspensão, desaparece esses tais de efeitos colaterais?

    Aguardo a sua resposta

    • Prezado Victor, é importante investigar se há alguma causa na crise atual, ou se é somente alérgica. Algumas vezes há uma infecção que provoca a crise, como a do virus respiratório sincicial. Procure um médico de confiança para seu tratamento, e ele também vai poder orientar em relação aos efeitos colaterais.

  13. Bom dia ! Dr, estou muito preocupada com minha filha. Ela tem apenas 1 ano e 3 meses e comecou com muito catarro e teve febre por 6 dias. No 6o dia a medica entao receitou amoxilina, 3,5 ml 3 x ao dia e predisim (3,5 ml 3x ao dia), ela tomou por 5 dias o predisim e agora ela esta voltando a ter febre. Será que foi por causa de ter parado com o remedio ? Essa dosagem é normal ? Ela continua tomando o amoxilina, que é por 10 dias.

    • Prezada Priscila, este blog não é um consultório médico. E é impossível dar qualquer opinião sem ter examinado o paciente.

  14. Olá Dr Paulo, eu nunca havia tomado corticoide. Tive crise alergica e sinusite… que desencadeou uma otite! e com isso, o medico me receitou o predsim 20mg duas vezes ao dia por 7 dias. Corro risco de sofrer os efeitos colaterais? estou morrendo de medo de tomar esse remedio…

    • Prezada Marianne, blog não é lugar para consulta médica. Por favor consulte seu médico, a pessoa habilitada para responder essa pergunta.

  15. Tenho falta de ar noturna e estava usando diariamente Seretide 50/250 fui a um alergista e apos teste de funçao pulmonar, me receitou singulaire 10 mg 1/dia; parei de sentir necessidade do inalante, mas gostaria de saber quanto tempo posso usar singulaire ininterruptamente. Gostaria que o senhor me respondesse direto no email. Fui diagnosticada com bronquite alergica.

    • Prezada Rosangela, Email ou blog não é lugar para consulta médica. Por favor consulte seu médico, a pessoa habilitada para responder essa pergunta.

    • Prezada Vanessa, blog não é lugar para consulta médica. Por favor consulte seu médico, a pessoa habilitada para responder essa pergunta.

  16. Oi Dr. Paulo Farber meu filho tem 2 anos meu filho sempre q gripado toma corticoide tomou por 30 dias seguido e percebemos que sua temperatura começou a baixar chega a 34 graus será que é por causa do corticoide.

    • Prezado Eder, blog não é lugar para consulta médica. Por favor consulte seu médico, a pessoa habilitada para responder essa pergunta.

  17. Já tomo pulmicort a anos inalatorio, e nasomet (nasal), para bronquite e rinite alergica… Ouvi dizer que os inalatórios, não causam efeitos secundários visto que são diretamente para os pulmões e são doses muito pequenas (microgramas).

    Mas também já fiz rosilan 30 mg, durante 2 semanas… ( 2 semanas é o suficiente para ter efeitos colaterais desse remédio?)

    Imaginemos uma situação uma pessoa toma 1 mês cortisona, e outra toma a mesma dose em várias vezes em 3 anos.

    Qual é que tem mais riscos de efeitos secundarios?

    Cumps,
    Vitor

  18. Olá Dr, minha bebe está com 2 meses e apresenta secreção nasal, ora amarela, ora transparente, os olhinhos estão remelando na cor amarela e está com um pouco de tosse produtiva, o pediatra indicou o uso de Predsin, que contém corticoide, será mesmo o caso de usar esse medicamento?

    • Prezada Daniele, é impossível dar qualquer opinião sem examinar o paciente. Mas pergunte ao pediatra qual a indicação e o que vai acontecer se não usar o medicamento. Se o medicamento for somente para diminuir os sintomas, talvez não valha a pena ministrá-lo.

  19. Olá, Dr. Paulo,
    Bom, se um corticóide, como Dexametasona, debela a ação dos macrófagos e neutrófilos, que fagocitam bactérias…então eles podem bloquear um efeito de um antibiótico como Doxicilina (ou outro), visto que antibióticos agem mitigando a replicação dos patógenos e não matando-os efetivamente? É possível combinar os dois? Faço tratamento de neuropatia severa com Dexa-citoneurin, prescrito, e tomo medicação prescrita de Doxicilina para tratar uma infecção por Clamídia Trachomatis. Será que estou enxugando gelo? As doses de dexa-citoneurin foram 4 injeções, elas estão cancelando a ação da Doxicilina?. Não quero criar centro de adestramento para bactérias em meu corpo.
    Muito grato.

    • Prezado Bruno, como nunca o examinei nem conheço profundamente seu caso, não posso opinar, mas recomendo que discuta esse assunto com seu médico. As suas colocações são bem pertinentes, mas existem diversos protocolos que combinam antibióticos e corticóides, que embora eu não utilize na minha prática clínica, muitos colegas os utilizam.

  20. Dr. Paulo, de antemão parabéns pela seu blog, acredito ser de grande valia para muitas pessoas! Dr., peguei uma gripe que não curou fácil como as outras, me deixando com sintomas alérgicos de uma sinusite. Hoje de madrugada o médico plantonista me aplicou Fexafenadine e já amanheci sem febre, embora ainda com um gosto rium no paladar e secreção. Mas o grande “xis” da questão é que estou doando meu sangue para a minha esposa que está grávida, por um tratamento chamado “vacina do papai”, que combate abortos por repetição. O corticoide é o único medicamento que pode contrometer o tratamento e minha próxima vacina será dia 18, daqui a uma semana. Será que até lá este corticoide desaparece do meu sangue? Ou tem como tirar isso do meu corpo?

    • Prezado Rafael, o colega prescreveu um antihistamínico, ou seja, um medicamento (Allegra) que impede algumas células chamadas mastócitos de liberarem a histamina, que causa sintomas alérgicos. São medicamentos que não tem a ação dos corticóides, como diminuir a imunidade.

  21. Olá DR, é o seguinte: Usei coirticoide theracort 40 injetável por muito tempo, infelizmente um médico de fundo de quintal me prescreveu e eu acabei cometendo a grande burrice de me auto-medicar, acabei usando o medicamento por várias vezes, isso já faz uns 5 anos…
    O problema é que faz uns 2 anos tenho tido efeitos colaterais, e só agora eu observei que tais efeitos podem ter sido provocados por causa dos corticóides: acne na região do tronco, estrias e ultimamente tenho tido um grande problema com insônia… Será que tem alguma solução para isso? Que médico devo procurar? Um endocrinologista?

    • Prezado Diogo, comece com um bom clínico geral, pois provavelmente há muito o que investigar sobre o uso crônico do corticóide como pré-diabetes ou osteoporose. Se for um médico focado em recuperação de saúde, melhora ainda.

  22. Olá Doutor, tem mais de 3 anos que uso corticóides. Após o tratamento de Hanseníase, o médico me receitou o uso, para diminuir os efeitos da doença. Estou curada, mas não consigo largar o corticóide. Vários médicos não sabem o que fazer. O último me indicou diminuir a dose. Faço isso, mas não consigo controlar os efeitos que vem me causando. Tenho febre, dores no corpo, caroços inflamados por todo o corpo, enlouquecidas dores de cabeça e até dificuldade de raciocínio. Agora tomo um dia sim, outro não. Como faço para diminuir os efeitos para abandonar o corticóide? Consigo substituir por outro medicamento, mas que não me cause tantos problemas?

    • Prezada Luzia, você está sofrendo um circulo vicioso, tenta largar, os sintomas aumentam, volta, os sintomas diminuem. Os corticóides tiram a sua reação inflamatória, mas não tratam o agente agressor.

  23. Dr. paulo eu tenho uma criança de três anos que diariamente toma predsim pois é muito alergica , sou contra o uso mas as vezes me deparo com situações complicadas tendo que socorrer com o predsim , alem dele minha filha também toma o polaramine diariamente , estou muito preocupada pois ela passou mal na escola teve uma queda de temperatura corporal e suor frio e sentiu dores de cabeça . ela usa também uma pomada na pele desonida creme pois qdo a alergia ataca demais aparece varias lesões no corpo pernas braço e rosto . sera que pode ser o uso constante de corticoide

    • Prezada Cristina, aconselho que procure um médico que trabalhe com imunoterapia. Eu gosto muito da Imunoterapia Ativada, e pode ajudar seus filhos.

  24. Dr. Paulo, Boa noite.
    comecei lendo seu artigo, quando me deparei com tantas consultas, problemas relacionadas ao mal uso dos corticoides, indicadas por profissionais mal informados, que foi o meu caso, ou por auto medicaçao. enfim nao deixa de ser uma desgraça na vida de uma pessoa que tenta largar há mais de dois anos.
    nao sei mais que profissional procurar pois já tenho o diagnostico correto,mas sofro com o ciclo vicioso do corticoide, no momento estou usando 5mg de predsim. me orienta por favor.

  25. Boa tarde Dr. Paulo.. Por gentileza, poderia me tirar uma dúvida, tomar diariamente um comprimido de predsim de 5 mg ao dia,pode vir a fazer algum mal, ou ate causar cegueira ,muito obrigado. att: Laone

    • Prezado Laone, o uso prolongado de corticóides, inclusive a prednisolona, pode sim provocar alterações oculares. Qualquer medicamento deve sempre ser utilizado com uma estrita supervisão médica.

  26. ola tomei predsim (metade do comprimido de 20mg) e fiquei com mais falta de ar e muita irritabilidade, não havia tomado essa medicação antes. qto tempo leva para o medicamento perder o efeito e ser eliminado do meu corpo? obrigada

    • Prezada Adriane, a prednisolona tem vários efeitos colaterais, mas a falta de ar não é um deles, a não ser a doença original que foi tratada tenha piorado. Volte ao seu médico.

    • Esse fato é agravado pela atual crise da medicina ocidental, que tem pavor a palavra “holístico”. Tratamento holístico não é tratamento com ‘chá de cidreira’. É tratamento onde leva-se em consideração o indivíduo como o todo. Inclusive os péssimos hábitos que o deixam o doente. Outra questão diz respeito a cirurgias. Basicamente, a maioria dos médicos perdeu completamente o interesse em clinicar, nem estetoscópio usam mais, pulso não medem, retina não examinam, ouvidos, língua, nada…quem faz isso são os “exóticos” da medicina chinesa e as enfermeiras.

      Cirurgias desnecessárias, entretanto, dão uma margem de lucro muito maior para o médico e remuneram a cadeia produtiva de anestesistas, enfermeiras, radiologistas etc. que submetem o paciente a um “pacote” de procedimentos “simples”, muitas vezes desnecesários, mas de alto risco, como a cirurgia de varicocele, hérnia umbilical e amigdalas (alta incidência de sequelas como hidrocele, atrofia testicular, perda da voz e morte). É um modo de sugar um pouco mais dos planos de saúde, que pagam pouco. Mas absolutamente injustificável, pois quem paga o pato, é o paciente, elo mais fraco da corrente.

      Destarte, isso continue a acontecer, na medida em que os processos por erro médico, negação do consentimento esclarecido etc se amontoam no judiciário, um efeito reverso, sutilmente surgirá, pois o órgão mais fraco do médico, que é um ser humano como todos os outros, é o bolso. As custas da desgraça de muitos inocentes.

    • Prezada Renata, depende muito do tipo de imunoterapia e do tipo de antialérgico. O melhor é perguntar diretamente ao seu médico.

  27. Olá Dr. Farber, minha mãe está com um nódulo tiroidiano e fará a retirada da tireoide, o nódulo está bastante inflamado, o cirurgião prescreveu PREDSIM na seguinte proporção: tomar 3 comprimidos ao dia por 5 dias, depois 2 comprimidos por 5 dias, depois 1 comp ao dia por 5 dias e finalizando com meio comprimido ao dia por 5 dias. Só para constar ela está com quadro depressivo e com hipotiroidismo (hormÔNIOS baixos)
    Qual sua opinião? Será mais benéfico ela tomar ou não os remédios antes de fazer a retirada da tireoide?

    • Prezada Andrea, é impossível e antiético para qualquer médico opinar sobre um paciente que nunca examinou. Se está insegura quanto a conduta do colega, procure uma segunda opinião, levando-a a outro especialista com todos os resultados de exames.

  28. Ola Doutor Paulo.Sofro com artrite rematoide a alguns anos.Agora tomo uma vacina chamada Enbrel, que me faz muito bem.Estou com 72 anos e me sinto bem disposta.O unico problema e que para ajudar a vacina, tomo 3mg de predsim todos os dias.Ja tem mais de 3 anos.Qual o prejuizo para a minha saude isso pode trazer.Minha medica diz que a dose e pequena.Mas gostaria de saber a opiniao do senhor.Devo tomar em dias alternados?

    • Cara Teresinha, o Enbrel – etanercepte, não é uma vacina (que melhora a imunidade contra um agente), muito pelo contrário, é um inibidor de uma proteína chamada fator de necrose tumoral. Este medicamento tem efeito de dimunuir a imunidade, e pode causar ou piorar infecções. Posto isso, o Predsin não vai alterar muito o quadro, já que o seu médico optou por diminuir a sua reação contra o agressor. Este medicamento trata os sintomas, mas não trata a doença, que continua existindo. Minha dúvida, e isso tem que ser discutido com seu médico, é se os efeitos colaterais do medicamento não são piores do que os efeitos da doença.

    • Enbrel não é vacina. E sim um inibidor de TFAa e TFAb (Enternecpt) com alto poder anti-inflamatório e imunosupressor. Acho que o pior abuso por corticóide é o feito por indicação médica (iatrogênia). Porque aí há um profissional que, sabendo dos riscos, medicou o paciente. E o paciente, confiante, está destruindo sua saúde com toneladas de dexametasona.

  29. Doutor Paulo, muito obrigada pela atençao.Sim estou com a imunidade um pouco baixa,faço alimentaçao especial, como alimentos que ma auxiliam.Mas minha medica optou pelo Enbrel,porque eu mal conseguia me mexer,as dores terriveis que eu sentia,foi tudo amenizado.Pois sofro com isso a mais de 20 anos.Alem dos 3mg de predsim que eu tomo, nao tomo mais nada, porque apesar da artrite e do Enbrel tenho exelente saude.Faço exames de sangue de2 em meses, e minha saude e perfeita.Todos os exames estao dentro do padrao.Apenas os netrofilos segmentados estao 1197,2 e os linfocitos 1816.3.

  30. CDoutor Paulo,creio que para o meu caso, e tentar diminuir o Enbrel.Tomo uma ampola de 50mg por semana.Conversei com minha medica, e optamos por tomar a vacina de 10 em 10 dias, e ver como meu organismo reage.Tomar2,5 de predsim, porque e o que me ajuda a controlar as dores.Uma vez fiquei 2 meses sem a vacina, quase nao conseguia sair da cama,mal me movia.Ela me ajuda nos movimentose tira pelo menos 80% das dores.Depois vou dar noticias ,dizendo se deu certo espaçar as tomadas da vacina.Faço tambem reposiçao com vitamina D 3.Leio sempre os artigos que o senhor escreve, ajudam muito.Boa noite e obrigada.

  31. Dr Paulo.
    Em julho de 2013 consultei pelo fato de estar com manchas roxas pelo corpo.o médico diagnosticou stress e receitou calmantes.No inicio de outubro passei muito mal e após hemograma e medulograma(6.000plaquetas)diagnóstico: púrpura amegacariocitica.
    transfusão(muitas)de plaquetas e corticóides que me deixaram deformada(esteticamente falando)
    Resumo:saí do hospital com receituário de metformina 850mg e verificar HGT diariamente, mais Decadron,slow k(câimbras terríveis),omeprazol,.
    Este diabete pode ter sido causado pela prednisona?Após interromper o uso do corticóide, vai desaparecer?
    Estou na fila do SUS,com agendamento(sabe-se lá para que ano)para consulta com hematologista,pois não tenho plano de saúde e nem dinheiro para pagar consulta.
    Se o sr puder me tirar esta dúvida agradeço.
    ROSE ROSA

    • Prezada Rose, somente seu médico pode avaliar o risco/benefício de tratamento. No caso a dibetes pode ter sido precipitada pelos corticóides, mas a outra opção seria sangrar até morrer.

  32. Boa noite Dr Paulo. Fiz uma reacção alérgica a um antibiótico: bactrim forte, que teve um efeito retardado, só apareceram erupções cautâneas, comichoes, vermelhidao passados dois dias de parar o bactrim.
    Em seguida fui ao meu médico de família e ela receitou um antialérgico (kestine – ebastina 20mg) junto com um anti-inflamatório (iboprufeno). a minha reacção alérgica nao melhorou e no mesmo dia tive de levar um injecção de hidrocortizona e antialergico pois as minhas vias respiratórias começaram a fechar. Seguido de cinco dias de prednisolona 5mg 3comprimidos de 8 em 8 horas. Junto com um comprimido de kestine diariamente.
    Acabei hoje mesmo á tarde de tomar a caixa (do corticoide) e a vermelhidao na cara e no peito voltou. É caso de alarme? Será preciso fazer o ‘desmame’ da prednisolona durante mais tempo? Estou preocupada pois nao sei o que fazer e se conseguirei dormir direito.

    Aguardo uma resposta, e agradeço a prontidão.

    • Preda sra,

      Por favor volte ao seu médico, pois mesmo após cessar o medicamento, os sintomas voltaram. Como o corticóide somente inibe a reação do corpo, é preciso ter certeza que não há algum outro problema, já que o medicamento que supostamente causou a alergia já foi retirado do organismo.

  33. Dr. Paulo. Abusei do corticoide ano passado em virtude de várias lesões que tive. Fiz uso irresponsável sem acompanhamento médico. Hje, me encontro em uma gigantesca fadiga, queda de performance, irritabilidade e isso tem me deixado muito aquém em tudo que faço e antes fazia muito bem. Há alguma forma de reverter esse quadro?? abc.

    • Prezado Marcelo, o pior abuso de corticóide é aquele feito por automedicação. Procure seu médico e faça exames para ver o que aconteceu, há muitas possibilidades, como pré-diabetes ou síndrome de Addison (quando a glândula supra-renal para de produzir cortisol).

  34. Dr Paulo a seis meses atrás, meu marido foi submetido a extração de um tumor cerebral do lado esquerdo a priore um glioma de grau III. Que não foi comprovado com a biopsia, pois o diagnóstico foi mal formação arterio venosa diagnóstico q o neuro não concorda. Bem mas como o corticoide entrou na vida dele. Após essa cirurgia abriu um abcesso foi necessário uma segunda. Depois ficou tomando antibióticos de largo aspecto, mas mesmo assim uma febre tomou conta de seu corpo, após uma semana de muita febre ele tomou dexametazona. Pronto a febre passou depois de 22dias tomando antibióticos e dexa foi pra casa fazendo o desmame. Resumindo ele tem uma febre q só passa com uso de corticoide, depois disso já ficou internado 2meses tomando antibiótico e sntifungico mas quando tira o corticoide febre novamente. Os médico chegaram a conclusão q é febre de origem central, pois no cérebro só imagem da cicatrizacao cerebral. Tenho tentado fazer o desmame novamente ele toma 10mg diário de predimisona. Tirando isso o corpo aquece, ele pede a força do lado direito e ocorre confusão mental. Gostaria q me esclareça. essa necessidade dessa droga. Existe outra q exerça a mesma função q não tem tanta contrindicacao? Olhe todo tipo de exame e tudo da negativo, com excessao do marcador de infecção q dar alterado. Mas o leucograma não mostra infecção.

    • Prezada Raquíria, a febre de origem central é causada por edema no cérebro. Ou seja, alguma coisa está irritando o cerebro, ele incha e o corticóide retira a reação, a febre passa, mas parece que a hora que a reação volta, a febre retorna. Mas ao que parece (como nunca examinei seu marido, estou apenas supondo) a causa continua lá. Às vezes realmente é difícil combater a causa, mas o corticóide não vai fazer isso. E enquanto a causa estiver lá, a febre vai voltar.

  35. Bom dia! Gostaria de saber se apos interromper o uso de corticoides (prednisona) conforme orientaçao medica (desmame) vou perder os Kg adquiridos assim como a gordura ou inchaço na regiao abdominal? Faço acompanhamento com hematologista para trombocitopenia no momento controlada. Obrigada
    Elem

  36. Dr. Paulo Farber, preciso agradecer por esse espaço tão maravilhoso. Sei que médicos como o senhor são raros. Percebi médicos podem fazer coisas absurdas desde quando engravidei. Faziam de tudo pra me convencer a realizar uma cesárea. Quando questionava ou por pensamentos lógicos, ou por intuição, eles se aproveitavam do fato de eu não ter um conhecimento da medicina e realmente me oprimiam. Me rotulavam. Cheguei a ouvir: “iii, lá vem ela com aquela frescura de parto humanizado”. Ler tantos artigos incríveis de alguém como o senhor realmente me confortou. Agora estou nessa luta para encontrar um pediatra. Te peço aqui uma indicação se conhecer um bom em Brasília. Minha filha está com um catarro que não acaba. Mais de 2 meses nessa situação. Apesar disso não teve febre, nada no pulmão e está bem espertinha. Tem apenas catarro. Já me receitaram antibiótico, bombinha com aerolin e predsin (dei só o antibiótico e o aerolin e me arrependi). Minha intuição de mãe sempre me disse que tudo isso estava errado. Não podemos entupir uma criança tão pequena de tanto remédio forte porque ela está com catarro! Também acho que não é normal esse catarro que não vai embora e tenho medo de virar algo mais sério. O problema é que não confio nos médicos que têm nos atendido, mas não tenho conhecimento suficiente pra não realizar um tratamento que me passam ou para resolver o problema sozinha. Isso tem me angustiado muito. Foi a primeira vez que dei antibiótico pra minha filha. O que te peço é indicação. Indicação de um pediatra que trabalhe da mesma forma que o senhor aqui em Brasília. Que tenha cuidado em relação à prescrição de medicamentos e que esteja aberto a realizar tratamentos que às vezes não são reconhecidos mas que a gente sabe que funcionam. Sempre fui cuidadosa. Minha filha tem uma ótima alimentação, come tudo o que é comida saudável e nunca comeu açúcar. Agora me vejo refém desses médicos que trabalham de uma forma que não concordo, mas em geral não posso nem me atrever a falar isso por não ter um conhecimento científico. Agradeço muito pelo espaço, de verdade!

    • Prezada Carla, aqui em São Paulo há ótimos pediatras, como a Dra. Eliana Golfette de Paula, o Dr. Wagner Pupke e a Dra. Rita Rahme, só para citar alguns. Mas eu não conheço em Brasília.

  37. Dr. Paulo Farber, tenho amigdalite aguda e no começo do mes passado fiquei internada por conta disso. Tomei Corticoide e inchei muito, mas em duas semanas meu corpo voltou ao normal. No começo da semana tive outra crise e fui ao medico, o mesmo me receitou Predsim 5 mg. Estou meio receosa de tomar pois tenho medo de inchar e meu corpo não voltar. Corro esse perigo? os efeitos do Corticoide pode me atingir futuramente ?

  38. Dr Paulo, comecei a tomar corticoide, PRELONE, por causa de uma rinite alergica a uma semana, estava tomando um comprimido de 12 em 12 hrs, dae acabou a primeira cartela do remedio, fui la e comprei a 2° cartela, e eu ia tomar 1comp por dia, eu tomei metade de manha e outra metade a noite, umas meia noite eu passei mal, quase desmaiei meu coraçao acelerou muito, fui parar no hospital, e o medico mandou eu parar de tomar, fiquei internado 1 dia, e parei de tomar o corticoide, mas ainda estou sentindo as arritimias cardiacas, e choques no sangue, e até dores no coração. O que eu devo fazer para parar de sofrer com esses efeitos colaterais? estou com muito medo de morrer. E o médico fez o certo de interromper o tratamento do corticoide ou não? tenho 18 anos.

  39. Dr. Paulo parabéns pelos esclarecimentos e pelo site!
    Tenho um bebê de 1 ano e 6 meses, e no dia 10/04/2014 levei ao pediatra que fez Rx e disse que estava com sinusite. Medicou com Clavulin 600 de 12/12 hs por 14 dias e Prelone por 5 dias . Novamente hj voltei porque meu bebê teve febre nos últimos 3 dias e fiz novo Rx e constou ainda sinusite. Medicou Klaricid 50 mg por 15 dias e Prelone por 5 dias. Gostaria da sua opinião quanto ao uso de curto período de antibiótico e corticóide. Agradeço sua atenção!

    • Prezada Nina, o colega obedeceu os protocolos de conduta de maneira adequada, mas eu pessoalmente prefiro não utilizar o corticóide.

  40. minha filha tomou predsim e apareceu varias bolinhas vermelhas em seu rosto estou preucupada pois nõa sei o que é pode me responder alguma coisa .

    • Prezada Helena, procure o médico que prescreveu o medicamento e peça a opinião. Sem examinar é impossível dizer qualquer coisa.

  41. Ola, Dr. Paulo, com algumas duvidas, deparei-me com seu. Parabéns! Visto que o Sr. responde algumas dúvidas, preciso de ajuda. Meu filho de 6 anos é uma criança atópica mas acredito eu que nao seja das mais severas. Há 15 dias ele iniciou com uma tosse e chiado no peito, como de costume levei à pediatra que receitou alegra 5ml de 12/12h e aerolim nebules de 30/30min esparçando de 1/1h, 2/2h e assim por diante, conforme a melhora, além de avamys, 1 jato 1 x ao dia. Ele esta assim ha 15 dias. Suspendi frutas citricas, qualquer guloseima com corante, bem, tudo aquilo que pudesse desencadear a dermatite.
    A pergunta é: a conduta está correta? Será que nesse caso, o uso do cortocoide nao valeria a pena? Confio na pediatra mas gostaria de outra opinião. Estou preocupada!

    • Prezada Patrícia, é impossível dar qualquer opinião sem examinar o paciente. Eu particularmente prefiro não utilizar corticóides, mas cada caso é um caso, e só examinando o paciente para saber. O corticóide melhora imediatamente os sintomas, mas os efeitos colaterais podem não compensar. Por outro lado eles devem ser utilizados, por exemplo, se a doença ameaçar a vida do paciente, como nas crises asmáticas graves.

  42. Bom dia, Dr. Paulo. Tenho infecções de repetição do ouvido medio ha varios anos e sempre trato com antibioticos oral, e com o diagnostico de rinite alergica cronica quase sempre estou em uso de corticoides. ha 2 anos um medico resolveu mudar o antibiotico oral pelo local e foi desastroso tive labiritite por intoxicação, pois tenho tbem o meu tipano perfurado. este ano ja fui acometida de 3 infecções do ouvio e em dois usei antibioticos oral receitados por clinicos, pois onde moro é um pouco dificil conseguir otorrinos, portanto ha uma semana consegui consultar com um otorrino, o q foi decepcionante, passei pra ele meu historico e mesmo assim me receitou medicação local , sob meus protestos ele disse q como estava com secreção eu nao teria nenhuma reação desta vez, so q ele estava enganado e outra junto com este ele receitou predisim 20mg 2x/dia, ta correta esta conduta? como ele nao é da regiao aparece aqui so de 15/15dias, essa foi tbem uma surpresa pra mim, mas ate ai td bem, a secretaria da clinica disse q era proibida de passar o contato dele. onde estao os medicos eticos q fazem aquele juramento de vida, foi com esse questionamento q encontrei seu artigo. ai esta ele. parabens pela sua atitude.

  43. Olá Dr Paulo, minha irmã tem sindrome de Susac. Já faz quase um ano que ela toma doses altas de corticoide todo mês. Fico preocupada… O senhor tem conhecimento dessa doença? Ela é rarissima. Poderia atendê-la? Obrigada, Tatiane.

  44. Olá dr. Paulo uso prednisona há 7 anos ,pq fui diagnosticada com sindrome addsoniana o dr conhece ,to preocupada.

    • Prezada Elizabeth, em pacientes com síndrome de Addison, ou na sindrome addisoniana é obrigatória a reposição de corticóides. Nestes casos, a glândula adrenal para de produzir os corticóides naturais.

  45. Dr. Paulo, estou com alergia, pinicando os braços, rosto muito vermelho, e uma bolinha incha e desincha na garganta. Tomei corticoide por 5 dias,como prescrito, mas depois de dois dias os sintomas voltaram, dai tomei mais 4 dias, posso parar de tomar assim de repente ou não?

  46. Ola mim chamo fabiana modesto .tenho um filho de 11anos .i fez o uso do buzonide de 200+plurair .durante quatro anos. Hoje ele e uma criança dispesa.demora a raciocina. I hoje tenho notado q esta tendo dificuldades de aprendizagem na escola .isso pode ser proviniente do uzo essecivo do corticoide .mim ajudem por favor estou sem ebtender o que estar acontecendo com o meu filho .obrigada e uma boa noite .fabiana modesto

  47. Prezado Dr.
    Fui diagnosticada com hepatite automimune e estou tomando cortisona. Terei q tomá-lo para sempre? Existe algum medicamento que possa substituí-la com menos efeitos colaterais? Obrigada

    • Prezada Luciana, na hepatite autoimune o organismo fabrica anticorpos contra o fígado. Siga a orientação do seu hepatologista.

    • Prezada Luciana, os corticóides não curam a sinusite, apenas diminuem os sintomas. Há outras alternativas que não contemplam corticóides, pergunte ao seu médico.

  48. Dr. Bom dia
    Minha filha tem 2 anos e 11 meses ela faz uso de Allegra desde 06 meses pois descobriu que ela tem rinite a médica sempre indicou Allegra junto com Montelar e quando ela fez 1 ano e 6 meses ela começou usar nasonex sempre ficou bem controlado mas este ano desde junho ela ficou muito mal, iniciei um novo tratamento com outro médico, vacina de acaro+kaloba+montelar ela melhorou bem mais é só a umidade do ar ficar baixa o nariz já começa fazer barulho já falei com a pediatra ela manda administrar Allegra, gostaria de saber se o uso de Allegra pode trazer algum efeito colateral
    . Obrigada. Luciane Galieta

    • Prezada Luciane, esse tipo de medicamento chama-se anti-histamínico, e seu médico prescreverá depois de dosar os benefícios X efeitos colaterais. Mas é um medicamento bem seguro.

  49. Olá, Dr Paulo. Primeiramente, parabéns pelo texto. É muito confortante saber que ainda existem profissionais reflexivos e que são o diferencial. Quando fui diagnosticada com Lúpus Sistêmico procurei me informar mais ainda a respeito da função dos corticoides.Tenho lido também a respeito do tratamento natural em que uma das teorias a respeito da causa do Lupus seria a proteína do trigo que desencadeia as respostas auto-imunes. Gostaria de saber se você já ouviu falar a respeito disso. Desde já agradeço.

    • Prezada Andresa, há casos de doença celíaca e LES, mas acredito que tenham uma causa em comum, e não que um cause o outro. E o lúpus, assim como outras doenças autoimunes, quase sempre é desencadeada com um processo infeccioso, geralmente viral. Um artigo interessante que explora o assunto: Esposito S, Bosis S, Semino M, Rigante D. Infections and systemic lupus erythematosus. Eur J Clin Microbiol Infect Dis. 2014 Sep;33(9):1467-75. doi:
      10.1007/s10096-014-2098-7.

  50. Dr. Paulo, sou veterinária acupunturista e penso exatamente igual. Ministro aulas de imunologia numa faculdade em SP e sempre chamo a atenção para esse assunto quando estou falando de sistema imunológico, o que causa polêmica entre alunos e colegas. Obrigada pelo seu artigo que caiu como um “balsamo”🙂.

  51. Tenho 13 anos e tomo predisim todo dia, estou tendo todos esses problemas, como por exemplo manias, uso por causa da minha in tolerância a gluten

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s